domingo, 26 de dezembro de 2010

LESBICHANISMO


É, gentem... e eu ainda alertei as bees em meu post sobre "O Bofe Perfeito - Parte 1". Mal sabia eu que cairia nas terríveis armadilhas do destino.
Estava na internet, me atualizando, fazendo umas pesquisas e conversando com o povo no MSN quando fui surpreendida com um "oi" de um contato das antigas que tinha me comido e dois dias depois comeu a Maria das Trevas. Sabe como é, né? Só na "corrente do bem". Logo depois, o bofe veio e me disse que ele e outro cara ("ativo" também) queriam me comer. Nossa, fui no céu e ouvi os acordes divinos que toda passiva escuta nessas horas. Tudo bem, eu respondi - no entanto, falei que Maria das Trevas estava comigo e que seria legal cada uma ficar com um deles. Eles concordaram e eu acertei o horário de chegada.
Horas mais tarde, o bofe me liga e me diz que estava vindo, na verdade, mais um bofe. Eram três agora. Fiquei encurralada, mas logo pensei na minha amada amiga Maria dos Eguns, louca por pau (lê-se 'lpp) e que caçava sem sucesso pela UOL. Telefonei-lhe e lhe disse. Minutos depois, a dos Eguns já estava aqui em casa e esperávamos ansiosas pelos machos.
Quem tinha que fazer a xuca, fez, quem tinha que se lavar, se lavou. Até a pudica da Maria das Trevas estava toda ouriçada, doida pra oferecer gentilmente a sua "rodinha traseira". Não tardou e três homens adentraram minha sala. Um deles, lógico, eu já conhecia como disse. Os outros dois não eram uma "Coca-Cola", mas um guaraná Psiu Cola. Fazer o quê, não é mesmo? Nem só de pau bom vive a bee. Um dia a vida manda algumas pedras de tropeço. Eles foram as nossas.
Depois de alguma conversa, a dos Eguns e eu já estávamos estressadas, o corpo tremendo todo só de vontade de dar e resolvemos levar os bofes pro quarto. Foi aí que apareceu o primeiro probleminha técnico. O fato é que a Das Trevas, hiper fresca, resolveu que não queria trepar com nenhum deles. Sabe como ela é: mais vale um rosto lindo pra se ver do que um pau duro, grosso e grande pra se fuder. Mas tudo bem, né, lindas... é a Das Trevas. É o jeito dela. Eu como sou lpp profissional e faço a linha "faço o bem sem olhar a quem", nem me importo. Tirando um ou outro demônio que aparece na minha frente, o resto dá pra dar.
Os bofes travaram. Como estavam em três e nós em três também, eles queriam que cada uma ficasse com um deles, fato que achei muito justo. A Das Trevas disse que não era obrigada, mas um deles disse que ela ia, sim, trepar. Ela ficou louca e disse que não. Em meio a muito alvoroço, conseguimos levar os três pro quarto. Estávamos a dos Eduns e eu, completamente nuas em meu aposento de dormir, devidamente climatizado, esperando pelos bofes que estavam sem jeito. Tratamos de colocar dois deles na cama e começamos a beijá-los. O terceiro ficava nos olhando, sentado na poltrona de leitura. Mas foi aí que apareceu o segundo e importante problema técnico: os caras ficaram estranhos e nada endurecia. Colocamos aquele que estava sentado na poltrona na cama e começamos a tirar a roupa dele (corpinho e pau do bem... pense!!) e quando vimos, os outros dois estavam no maior agarra-agarra, com direito a beijo de cinema e tudo mais. Ficamos passadas!!
É, bunitas de corpo, vocês perceberam tudo, não é mesmo? Os bofes não passavam de passivas fazendo a linha "ativo". Odeio isso! Um caso clássico de lesbianismo gay. Não entedemos nada, mas creio que eles queriam era trepar entre si. Foi terrível a sensação e a experiência. Começaram a dizer que tinham que ir embora e coisa e tal. Sairam daqui pedindo todas as desculpas do mundo e que nunca serão desculpadas. Se não há desculpa pra bee que passa cheque no bofe, muito menos há pro bofe que veio, destabocado não sei lá de onde, pra comer a bunitinha e não comeu.
Logo percebemos. Macho que é macho come 'viado' sem distinção. O que ele quer saber é de meter todo o pau na bunda da bunitinha. Um deles (o mais machinho) me segredou que os outros dois não quiseram porque gostavam de caras mais 'masculinos', dizendo assim que éramos fêmeas demais pra eles. Ora, lindas... por favor!! Um bando de passivas são eles. Vão de reto!! Nada pior do que ser chamada de "lésbicha". É de destruir a reputação de qualquer passiva que se preze.
Passado o fato, voltamos para a UOL, celeiro das bichas problemáticas. Acho que é a estufa onde elas são cultivadas, rsrs. Depois falo sobre o que e quem encontramos. Esperamos que as forças do bem estejam conosco. Passivas ativas? O que é isso? É o anúncio do Apocalipse? Sim, porque esse é um sinal evidente.
Não se esqueçam, bees, como disse quase sabiamente Falcão em uma de suas descomposições: "porque homem é homem". Se amanhã você encontrar um bofe escândalo que marque contigo, dizendo que vai te socar até o rabo ficar em carne viva e, na hora, vier com essa que não te comeu porque te achou 'mulher', corra, belíssima, porque essa fanta é uva.
Não se esqueça: homem macho comedor de rabo de viado nunca vai se importar se você se parece com a Ivete Sangalo. O que ele vai querer é descer o cacete em você, bater com o pau na sua cara e te comer como a puta que você sempre sonhou ser.

ABAIXO O LESBICHANISMO!!!

Nenhum comentário: